Comparar Imóveis

Comparar
Só poderá comparar 4 imóveis em simultâneo. Caso adicione um novo imóvel o mesmo irá substituir o primeiro na lista de comparação.

Blog

O que é o spread no crédito habitação?

O que é o spread?

  O Spread é a margem cobrada pelos bancos e é alterada em função do perfil de cliente, das características do financiamento e das garantias do empréstimo. O spread é geralmente somado ao indexante (Euribor) e o resultado final é a Taxa de Juro do Empréstimo, designada por Taxa Anual Nominal (TAN).

 Muitos portugueses têm créditos com spreads altos e estabelecem o objetivo de o reduzir de forma a pagarem menos. Este é determinado de acordo com vários fatores, incluindo o risco de incumprimento por parte do cliente.

Spread: o que é, que fatores o influenciam e cuidados a ter

Como é definido o spread?

 Vários fatores determinam o valor do spread, incluindo as condições da instituição financeira, também o valor do empréstimo em si, a relação entre o valor emprestado e os bens dados como garantia.

Os produtos mais frequentes na “oferta” dos bancos constam:

  • Seguros de saúde;
  • Seguros multirriscos;
  • Seguros de vida;
  • Cartões de crédito;
  • Planos Poupança Reforma (PPR);
  • Domiciliação de ordenados.

 Tenha em conta os custos extra que pode vir a assumir ao contratar estes serviços adicionais. Peça simulações caso exista alguma alteração ao spread proposto.

O banco pode aumentar o spread?

 O banco só poderá aumentar o spread a um cliente com crédito habitação em curso se as condições que foram sujeitas não estejam a ser cumpridas, em caso de incumprimento no pagamento de prestações, ou no caso de deixar de subscrever um produto vendido com o intuito de baixar o spread.

 Se não houver qualquer alteração, o banco não pode aumentar o spread sem o seu  consentimento. Quando existe um aumento, pode negociar com o banco para uma alteração com base na subscrição de novos produtos.

 Conseguir um spread competitivo no crédito habitação é fundamental para ver a prestação mensal baixar, juntamente com o montante total atribuído ao consumidor.

 

Fonte: doutorfinancas.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seja o primeiro a recerer

as novidades

ESTEJA NA LINHA DA FRENTE DO QUE POR AQUI ACONTECE!