Comparar Imóveis

Comparar
Só poderá comparar 4 imóveis em simultâneo. Caso adicione um novo imóvel o mesmo irá substituir o primeiro na lista de comparação.

Blog

Taxa fixa no crédito habitação

 As taxas de juro associadas aos créditos habitação podem subir, devido à inflação atual,  se tem uma taxa variável no seu crédito tem o conhecimento de que a prestação mensal da sua casa pode aumentar. Será que será uma boa ideia mudar para taxa fixa?

Taxas de juro com perspetivas de subir

 No crédito habitação, quem tiver uma taxa de juro variável vai começar a sentir um aumento na prestação que paga pela casa, isto irá depender da evolução da inflação, mas também da economia. 

 As taxas de juro têm-se mantido em níveis mínimos, tendo em conta que a taxa de inflação na zona euro atingiu os 5,1%. A invasão da Ucrânia antecipa novos aumentos de preços dos bens que podem vir a subir ainda em 2022. 

Crédito com taxa variável

 Se você tem crédito com taxa variável, o valor que paga pela prestação mensal da sua casa também aumenta. 

 A taxa associada ao crédito habitação é a Euribor. E esta é calculada com base na negociação entre os bancos que atuam na Zona Euro. Se o BCE subir os juros, os bancos também vão aumentar o valor dos juros cobrados entre si. Estes acontecimentos fazem com que as taxas Euribor subam e aumentem a prestação do crédito para quem tem o contrato associado a uma taxa variável.  

Impacto para os contratos a taxa fixa

 Os contratos de crédito associados a uma taxa fixa não sofrem com a evolução das taxas Euribor. Independentemente de o BCE decidir subir juros ou não, a prestação que tinham no ano passado será a mesma que vão ter no próximo ano.  Mas quem contraiu crédito com taxa fixa paga mais do que quem esteve com o crédito associado a uma taxa variável.

Qual o momento certo para mudar para taxa fixa? 

 Não existe uma resposta certa pois dependerá de muitas questões. O período de taxas de juro altas na Zona Euro foi curto. Significa que nos últimos anos valeu mais ter o crédito associado à taxa variável do que a taxa fixa.

 Muitas pessoas acabam preferindo a taxa fixa pela questão da segurança, pois tendo a taxa “congelada” pode se saber ao certo quanto serão os seus encargos mensais.

 A taxa fixa é sempre mais elevada do que a taxa variável, se a taxa fixa corresponder a 2%, se o contrato de crédito é de uma casa que está a pensar vender dentro de poucos anos corresponde a uma prestação de 423,85 euros, mais 58,32 euros do que a prestação a taxa variável.

 Pode preferir continuar com a taxa fixa e pagar mais agora, mas mais tarde provavelmente pague menos mais tarde ou pode pagar menos agora com a taxa variável podendo estar sujeito a vir a pagar mais caso as taxas de juro aumentem. 

 A média da Euribor a seis meses desde 2007 não chega a 1%, pelas taxas negativas com que vivemos desde 2015, que deve ser tida em consideração quando tomamos decisões, mas que não deve ser considerada como algo que se repetirá.

Atenção à comissão por liquidar o crédito mais cedo

 Quando pedimos crédito a uma entidade, estamos a estabelecer um contrato que define todas as condições que vão vigorar enquanto o contrato estiver ativo. Sendo que quanto mais curto for, menos juros são pagos.

 Se antecipar o final do contrato, vai pagar menos dinheiro ao banco que emprestou o montante do que o inicialmente previsto.

 Por isso, as instituições cobram uma comissão pelo reembolso antecipado. E isto acontece com a generalidade dos créditos. O valor da comissão é diferente se o contrato estiver associado a uma taxa fixa ou variável.

 Se tiver um capital em dívida de 50.000 euros pelo seu crédito e uma taxa variável, e pretender amortizar este valor, terá de pagar ao banco uma comissão de 250 euros (50.000 x 0,005). Mas se tiver uma taxa fixa, a comissão a pagar ao banco vai ser de 1.000 euros. 

Taxa Mista

 Esta taxa consiste em fixar uma taxa durante o prazo que decidir, e depois do período estabelecido, passar para uma taxa variável.  Ou seja, num primeiro período, a sua prestação mensal não vai oscilar, mas a partir do momento em que se passa a reger-se pela Euribor, o valor pode variar. 

 Para quem quer contrair um crédito habitação esta taxa é uma boa escolha.

 

Fonte: doutorfinancas.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seja o primeiro a recerer

as novidades

ESTEJA NA LINHA DA FRENTE DO QUE POR AQUI ACONTECE!