Comparar Imóveis

Comparar
Só poderá comparar 4 imóveis em simultâneo. Caso adicione um novo imóvel o mesmo irá substituir o primeiro na lista de comparação.

Blog

Taxa de esforço

 Se quiser pedir crédito a uma instituição financeira, iram ser-lhe pedidos recibos de vencimento e comprovativo de IRS. Estes documentos servem de base para o cálculo da sua taxa de esforço, é com base neste cálculo que o crédito será, ou não, concedido.

 Caso o histórico da relação entre rendimentos e despesas do cliente seja desajustado, a concessão de crédito pode ser travada, por se tratar de uma situação de risco no incumprimento no pagamento do mesmo.

O que é a taxa de esforço?

A taxa de esforço é a percentagem de rendimento do agregado familiar que é destinada ao pagamento de encargos com créditos já reduzidos.

 Não deve superar os 33%, que  significa um terço do rendimento total do agregado familiar.

 No crédito habitação, por ser um empréstimo de grande valor, certos bancos podem estabelecer um limite de 40% como máximo para os titulares do financiamento. Em situações de desemprego, doença prolongada ou outras situações imprevistas, ao colocar este limite, evita-se cair em incumprimento.

Como calcular a taxa de esforço?

 Para o cálculo da taxa de esforço, considere os seus encargos mensais com crédito, de habitação, pessoal, automóvel ou outros. Se pagar uma casa arrendada, o valor da renda faz parte dos encargos financeiros.

Pode chegar a um valor da sua taxa de esforço com base na seguinte fórmula: [ Taxa de Esforço = (Encargos Financeiros/Rendimento Líquido Total do Agregado) x 100 ]

O que fazer para reduzir a taxa de esforço?

 Poderá obter um prazo mais alargado, diminuindo o valor das prestações mensais. Muitos consumidores no crédito habitação procuram instituições financeiras que  possam oferecer melhores condições de financiamento e proceder à transferência do empréstimo.

 Caso tenha adquirido diversos créditos, consolidar créditos é a melhor opção. Esta solução permite alargar prazos de amortização de empréstimos e reduzir taxas de juro.

Fonte: gaiacasas.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seja o primeiro a recerer

as novidades

ESTEJA NA LINHA DA FRENTE DO QUE POR AQUI ACONTECE!