Comparar Imóveis

Comparar
Só poderá comparar 4 imóveis em simultâneo. Caso adicione um novo imóvel o mesmo irá substituir o primeiro na lista de comparação.

Blog

Como as casas auto sustentáveis funcionam e quais os requisitos

As casas sustentáveis são de extrema importância para a preservação do meio ambiente e uso consciente dos recursos naturais.

 Uma casa auto sustentável tem como objetivo reduzir o consumo de energia, de água e muito mais. E isto é possível, com o recorrer à energia solar, hidráulica ou eólica para que a própria casa consiga gerir na  totalidade da energia ou água que gasta.

Como funcionam as casas auto sustentáveis

 As casas auto sustentáveis são habitações construídas e habitadas com nenhum ou praticamente nenhum impacto ambiental.

 Estas casas têm como principal objetivo aproveitar e otimizar ao máximo os recursos naturais, principalmente do Sol e da terra, desde o momento em que são construídas. Poupa-se tanto energia e água, como do orçamento familiar.

 Esta arquitetura ecológica, ou sustentável, propõem uma implementação de tecnologias limpa, redução dos impactos ambientais, otimização dos recursos naturais, redução do desperdício de energia e de água, melhoria da gestão da habitação e a contribuição positiva para a saúde dos moradores.

Os requisitos para ter uma casa auto sustentável

 As casas devem cumprir vários requisitos técnicos para serem consideradas como sustentáveis. Na verdade, existem até certificações de projetos que certificam essa sustentabilidade.

 As condições relacionam-se principalmente com a construção, eficiência, tamanho, localização, aquecimento, produção de alimentos e gestão de resíduos. 

 

Construção – materiais com os quais as casas auto sustentáveis foram desenvolvidas. Estas casas funcionam com utilização de materiais que não prejudiquem o ambiente e a utilização consciente dos recursos naturais.

 

Eficiência – o reaproveitamento da água das chuvas, o uso de lâmpadas de baixo consumo, instalação de painéis solares, a aposta num bom isolamento ou a preferência por eletrodomésticos de classe energética A, estas são as soluções que constituem uma habitação sustentável. 

 

Tamanho – As casas mais pequenas são bem mais sustentáveis e fáceis de construir e de gerir. Quanto maior for a habitação, maior é a exigência de energia precisa para a aquecer ou arrefecer. Uma casa maior, exige mais materiais de construção. Tudo isto acaba por anular o propósito da auto sustentabilidade.

 

Localização – é um dos componentes que mais pesa, devido à habitação estar localizada num local favorável ao aproveitamento de água, luz, vento e outras fontes de energia renováveis. 

 

Aquecimento – Pode-se recorrer ao sistema de painéis solares que transformam a energia do sol em eletricidade e, assim, fornecer aquecimento. Ou ainda criar uma fonte alternativa de calor, recorrendo a um fogão a lenha tradicional ou a água.

 

Produção de alimentos – Um dos requisitos das casas auto sustentáveis é a produção caseira de alimentos. Adicionando ao plano de construção um pequeno jardim. Se o teu estilo de vida abrange a ingestão de alimentos de origem animal pode considerar ter também um galinheiro, por exemplo.

 

Gestão de resíduos – descobrir alternativas eco-friendly para tratar do lixo e resíduos. E de arranjar formas de reutilizar restos de comida, de reaproveitar a água do lavatório ou do chuveiro. Tais como a compostagem e os sistemas de reaproveitamento da água da chuva.

 

Fonte: supercasa.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Seja o primeiro a recerer

as novidades

ESTEJA NA LINHA DA FRENTE DO QUE POR AQUI ACONTECE!